O amor que em mim há

#PraCegoVer: Uma fotografia minha com o dorso da mão na frente dos olhos tapando a luz que incide meu rosto

 A minha relação com meu eu exterior nem sempre foi das melhores. Até meados de 2015 eu mantinha uma rotina triste com meu corpo e comigo que nunca me deixava satisfeita. Não gostava de muitas coisas em mim e me sentia totalmente insegura quando estava com amigos em lugares como piscinas e praias. Era muito, muito cansativo psicologicamente e fisicamente.
 Fisicamente porque eu perdia horas em academias sem gostar nem um pouco e evitava comer muitas coisas que gostava. Quando eu comia algo que eu achava que poderia mudar muito minha aparência eu fazia questão de (a) Correr que nem uma louca e monitorar milimetricamente a balança (b) Colocar tudo pra fora. Psicologicamente porque, por motivos óbvios, ERA UMA TORTURA! Nunca estar a altura de um padrão que eu tinha na minha cabeça. Era sufocante, triste e eu não entendia.
 Muitas coisas cooperaram pra esse estado. A principal delas foi querer agradar a muitos relacionamentos. Colocava as pessoas em pedestais. Isso é terrível. Eu cheguei a acreditar que Deus queria assim mesmo. "Se Deus tinha botado aquelas pessoas incríveis na minha vida era pra um propósito e elas estavam certas". Dá até raiva só de lembrar isso.
 Eu nunca tinha levado em consideração o que eu realmente achava de mim. Eu também nunca havia levado em consideração o que Deus achava de mim e de tudo aquilo. Um dia parei em frente a um espelho e comecei a analisar meus sentimentos. Aquela foi a hora do basta.
 Eu sou grata pelas palavras de carinho que Deus colocou no meu coração naquele dia. Foi tudo muito sincero.
Oi filha. Eu te amo tanto! Olhando você se olhando eu percebo que cada pequena parte que existe em você te faz grandiosa. Você tem um sorriso que esbanja alegria, olhos que enxergam o lado bom das coisas e tudo isso foi feito especialmente pensado pra você. Eu te fiz a minha imagem e semelhança. Eu te amo e quero que você tenha forças pra se amar também. Que você transborde a beleza que você tem por dentro e por fora. Você é espetacular e precisa reconhecer isso. Você é linda e eu te amo. 
  Não foi como um passe de mágicas e eu comecei a gostar mais de mim, claro que não. Mas a partir daquele momento eu percebi que há algo maior do que os outros e que esse algo precisava ser alimentado. Esse algo era eu. Eu precisava ser por mim. Eu precisava estar ali e me amar sempre. Aos poucos, ao longo de mais de um ano eu fui me amando cada vez mais. Fui observando pontos positivos e melhorando os que eu considerava negativos. Tudo por mim.
 Eu sentia o amor de Deus me torrando por dentro de tão quente. É sensacional ser amado por alguém que te ama pelo que você é. 


 Decidi escrever esse texto enquanto ouvia essa música do Séo Fernandes e pensava em quantas pessoas maravilhosas sofrem por causa de julgamentos dos outros. Quantas pessoas não conseguem estabelecer um amor próprio por conta de traumas. Eu to aqui pra ser seu ombro amigo.
 Vou te contar que uma coisa não vai mudar de uma hora pra outra. Mas pare um dia em frente ao espelho, sem maquiagem, sem máscaras e pense: eu sou forte, eu sou linda(o) e nada nem ninguém pode tirar isso de mim. Deus me fez perfeita aos olhos dele e nada pode abalar o amor que ele tem por mim. É um exercício diário, mas essa relação que você vai estabelecer vai te salvar todos os dias.

Em outros textos eu posso compartilhar mais a cerca desse tema, mas por hoje eu quero deixar minha solidariedade e meu amor a você. Tenho certeza da sua beleza. Tenho certeza da sua força. Você é capaz e você É LINDA(O) INDEPENDENTE DO QUE DIZEM PRA VOCÊ

Jesus te ama e eu espero que a partir de hoje você também plante o amor próprio. E principalmente, que esse amor próprio floresça dentro de você.

Grande abraço e até a próxima.

Comentários

Heloísa disse…
Você está certíssima! Não há nada mais sincero do que o amor próprio!! E ele faz um bem danado não é mesmo? Temos que nos amar sem tanta cobrança com o a ditadura da beleza imposta pela mídia! Feliz 2018 ❤️
Carolina Ribeiro disse…
Taí um assunto que mexe muito comigo: autoestima. Também passei por maus bocados buscando enxergar o melhor em mim. Mas é bem o que você disse, a gente não começa a se amar de um dia para o outro.
Muito amor próprio em 2018 :)
Seu blog é lindo.

Beijos.
Blog Carolina Ribeiro
Fabíola Pereira disse…
Bem melhor que esse? Duvido que tenha! Feliz 2018 minha linda e obrigada pela visita!
Fabíola Pereira disse…
Muito amor próprio pra nós em 2018! E obrigada pela visita.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça a banda: AMEN JR

Não conte seus planos a ninguém, o segredo do sucesso é o silêncio

Lendo a bíblia em 90 dias